Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

Follow by Email

Seguidores

VAMOS TREINAR?

Instagram

Translate

quarta-feira, 18 de maio de 2016

FATORES HORMONAIS QUE INTERFEREM NA HIPERTROFIA



 O cortisol é um hormônio necessário no processo hipertrófico. 

Os mecanismos que fazem nossas células musculares aumentarem seu volume é fundamental para não cometermos erros crassos na hora de treinar. É óbvio que quem deve dominar este assunto e suas variáveis é seu treinador, mas você enquanto aluno, estando bem informado, facilita o trabalho dele e acaba tendo mais facilidade de entender o porquê de cada estímulo. Sem falar que caso você treine com alguém despreparado, irá perceber isso nas suas práticas e falas, ficando mais fácil não cair na mão de gente despreparada.

Como ocorre a hipertrofia muscular:

Inicialmente a hipertrofia é o aumento do volume celular. Ela não ocorre apenas com as células musculares, mas é uma resposta a determinado estímulo. Ela pode ser aguda ( num pós exercício, por exemplo) ou crônica (quando permanece por mais de 3 dias).

O processo de hipertrofia, segundo BOMPA (2000) está associado à síntese de diversos mecanismos contráteis, relacionado diretamente a componentes celulares. Ainda neste quesito, Bosco (2000) afirma que o dano muscular é um fator muito importante para o processo de hipertrofia. No entanto, ao contrário do que se acreditava há alguns anos atrás, vários outros fatores possuem também papel determinante no aumento da secção transversa das fibras musculares. Acredita-se, que a hipertrofia seja resultado da soma de vários fatores e diversos mecanismos que a estimulam de formas diretas e indiretas. O treino de musculação, quando adequadamente prescrito e executado, pode promover o desenvolvimento de vários destes estímulos. Para uma melhor compreensão eles foram didaticamente divididos em Mecanismos Físicos Intrínsecos (Síntese de DNA, Microlesões, Mecanotransdução (é a tradução de um estímulo tensional (mecânico) em sinais fisiológicos, especialmente as contrações excêntricas que favorecem a mecanotransdução) , Células Satélites além de Alterações na Osmolaridade) e em Fatores Hormonais e Enzimáticos (Hormônio do Crescimento – Gh, IGF-I, Testosterona, Insulina e Miostatina). Além destes mecanismos citados, alguns outros fatores correspondentes ao treinamento de musculação já são reconhecidamente como fatores que interferem diretamente nos resultados do treinamento. Quando falamos em hipertrofia, as repetições excêntricas( que por conseguinte acabam microlesionando mais as fibras), a hipóxia e o óxido nítrico interferem diretamente nos resultados obtidos.

Resumidamente, podemos definir que a hipertrofia muscular ocorre da seguinte forma:

fibra-muscular

O músculo recebe um estímulo ao qual não está adaptado, o que acaba por gerar micro-lesões nas células musculares e miofibrilas. Em resposta a este estímulo, nosso corpo irá aumentar certas substâncias cicatrizantes no sarcoplasma (plasma das células musculares). Este processo de cicatrização, aumenta a síntese de proteínas contráteis a níveis maiores que antes. Com isso, os níveis de síntese acabam por aumentar a secção transversa do músculo esquelético, dando a ele um volume maior. De forma bastante resumida é isto.

É óbvio que este mecanismo é muito mais complexo, mas como já mencionei quem tem que dominar o restante dos aspectos fisiológicos disto é o seu treinador/professor. Sabendo disso, você já fica também por associação sabendo o por que a alimentação (combustível para o processo de estímulo e de reconstrução) e descanso ( período de reconstrução das microlesões) é tão importante.
Leia também o que é Hipertrofia Muscular, Hiperplasia e suas diferenças.

REFERÊNCIAS:
BOMPA, T. & CORNACCHIA, L.S. Treinamento de Força Levado a Sério. Segunda edição. Editora Manole, 2004.

BOSCO, C.; COLLI, R.; BONOMI, R.; VON DUVILLARD, S.P.; VIRU, A. Monitoring strength training: neuromuscular and hormonal profile. Medicine and Science in Sports and Exercise. Vol.32, n1, pp: 13-28, 2000.

CORTISOL/CORTISONA EM EXCESSO

http://educacaofisicaconceitos.blogspot.com.br/2016/05/sindrome-de-cushing.html#links

http://educacaofisicaconceitos.blogspot.com.br/2016/05/fadiga-adrenal-x-atividade-fisica.html

http://educacaofisicaconceitos.blogspot.com.br/2016/05/alimentos-que-aumentam-ou-baixam-o.html

BAIXA TESTOSTERONA


  • DÁ BAIXA RESISTÊNCIA E DIFICULDADE PARA GANHAR MASSA MAGRA








Nenhum comentário:

CAUCULE SEU IMC-Clique na imagem!

CAUCULE SEU IMC-Clique na imagem!
Índice De Massa Corpórea

Projeto social comunitário, com foco no esporte social!...-CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA ESSE PROJETO!

Projeto social comunitário, com foco no esporte social!...-CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA ESSE PROJETO!
FUTEBOL E CIDADANIIA...AJUDEM!

SALVE O PLANETA

SALVE O PLANETA
Preserve o meio-ambiente!...Clique na Imagem!