Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

Follow by Email

Seguidores

VAMOS TREINAR?

Instagram

Translate

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

FISIOLOGIA DO CRESCIMENTO MUSCULAR

   

Imagine usar seu Fusca tanto e tão intensamente que ele se transforme em um possante Porsche. Segundo Brian Chichester, autor do livro “Vip – O Prazer de Ser Homem“, só há uma máquina que funciona dessa forma e é capaz de fazer essa transformação: o corpo humano.

Quando os músculos são desafiados intensamente, por uma carga maior do que aquela que estão acostumados, eles crescem para dar conta do novo desafio. Os cientistas chamam esse processo de “controle neuromuscular”, quando há um despertar súbito do cérebro, informando aos músculos que eles podem levantar mais peso do que agüentavam antes.

A maior parte de nossos músculos é uma combinação de dois tipos de fibras. As de contração lenta, próprias para a resistência, são capazes de sustentar esforços por longos períodos, como corridas de longa distância. Já as fibras de contração rápida proporcionam a força explosiva necessária para arrancada e para supinos.  Embora a maioria das pessoas tenha uma combinação equilibrada dos dois tipos, algumas pessoas são geneticamente mais providas de um ou de outro. Contudo, para a maioria das pessoas o que realmente interessa é o que se faz com essas fibras musculares.

O corpo é composto de mais de 200 pares de músculos esqueléticos que são presos aos ossos e que fazem você se mover. Quando decidimos que queremos mais vigor em determinado movimento ou atividade especifica, devemos seguir um programa de fortalecimento, focando os músculos que fazem e sustentam tal movimento.

Um programa para um zagueiro de futebol americano, por exemplo, é ineficiente para um ciclista.  Para fazer um treinamento de resistência eficaz é preciso identificar objetivos e quais os grupos musculares que estão envolvidos naquela atividade, e então praticar exercícios que fortaleçam esses músculos.  Para organizar e determinar o progresso em cada treinamento específico, as sessões de treinos são divididas em repetições – o número de vezes que o peso  é levantado, séries – grupos de repetições e carga – o peso usado.

No fisiculturismo a tendência é treinar todos os grandes grupos musculares e adjacentes, com objetivo de alcançar o máximo desenvolvimento físico, transformando assim o corpo da melhor máquina que pode se tornar.


"TREINO PARA DESENVOLVIMENTO MUSCULAR"

Para alcançar o melhor desenvolvimento muscular e os objetivos específicos pretendidos,  os treinos de musculação precisam ser elaborados com muito cuidado, sendo importante a orientação de alguém que tenha um mínimo de conhecimento e de experiência.

Um treino de musculação não é como uma receita de bolo, que serve para todo mundo. Cada pessoa tem um tipo físico, um condicionamento e também objetivos diferentes. Assim, os treinos devem ser personalizados e você não pode treinar aleatoriamente, é preciso seguir uma rotina.

Quando o objetivo é ganhar massa muscular – um dos objetivos mais comuns nas academias de musculação -, é importante começar treinando os grandes grupos musculares (peitorais, abdominais e músculos dos ombros, pernas e costas) e depois passar a exercitar os músculos menores como bíceps e tríceps.  Agora, vamos supor que você treinasse de modo inverso, primeiro fizesse um pulley alto, fatigando o tríceps, para depois fazer um supino, que também exige esforço do tríceps. Sua série de supino com certeza seria bem menos eficiente, porque os tríceps já estariam exaustos, e desta forma todos os músculos do peitoral seriam menos beneficiados com a série.

Da mesma forma, o equilíbrio é muito importante na organização dos programas de treinamento, pois geralmente os músculos se equilibram dos dois lados de uma mesma articulação: bíceps x tríceps, quadríceps x região posterior da coxa e peito x parte superior das costas. Desta forma, se você fortalecer o músculo de um lado da articulação e desprezar o outro, pode ter como resultado uma contusão e a desarmonia visual. Portanto, não tenha preferências, faça um programa de treino harmonioso e contemplando todos os grupos musculares.

Os treinos que desenvolvem os músculos, a força e a resistência variam muito, dependendo das preferências de cada um e de seus objetivos e metas. Ainda assim, todos eles compartilham uma estratégia que deve ser comum a todos: evoluções pequenas e graduais ao longo do programa de treinamento. Para ter um desenvolvimento seguro e eficaz, a evolução nos treinos deve ser gradual, evitando lesões e garantindo um ganho seguro e consistente de massa muscular.



# DICAS DE ALIMENTAÇÃO ANTES E DEPOIS DO TREINO: 


Nenhum comentário:

CAUCULE SEU IMC-Clique na imagem!

CAUCULE SEU IMC-Clique na imagem!
Índice De Massa Corpórea

Projeto social comunitário, com foco no esporte social!...-CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA ESSE PROJETO!

Projeto social comunitário, com foco no esporte social!...-CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA ESSE PROJETO!
FUTEBOL E CIDADANIIA...AJUDEM!

SALVE O PLANETA

SALVE O PLANETA
Preserve o meio-ambiente!...Clique na Imagem!