Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

Follow by Email

Seguidores

VAMOS TREINAR?

Instagram

Translate

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

SISTEMA MUSCULAR



SISTEMA MUSCULAR

Sistema Muscular

O que é:
*Conjunto de músculos que nos permite movimentos externos e internos
*Em torno de 650 músculos no corpo humano
*Existem 3 tipos de músculos

TIPOS DE MÚSCULOS 
*Músculo Liso
*Músculo Estriado Esquelético
*Músculo Cardíaco


1 - Músculo Liso

Características:
*Músculo Involuntário
*Localizado na pele, órgãos internos, aparelho excretor , aparelho reprodutor e vasos sanguíneos
*Aglomeração de células alongadas
*Mononucleares
*Contração lenta

Tecido da musculatura lisa: 
*Contração involuntária
*Formadas por células mononucleadas ( Células com 1 núcleo) com estrias longitudinais
*Presente nos órgãos viscerais internos, responsável pelo peristaltismo

2 - Músculo Estriado Esquelético

Características:
*Músculo voluntário
*Células cilíndricas
*Binucleares
*Contração rápida e forte
*Estriações transversais

Tecido da musculatura esquelética: 
*Contração voluntária
*Formadas por células multinucleadas ( Células com mais de 1 nucleo) com estrias longitudinais e transversais
*Presente nos órgãos viscerais internos, responsável pelo peristaltismo
*Forma músculos ligados ao osso permitindo a movimentação do corpo

3 - Músculo Cardíaco

Características: 
*Músculo involuntário
*Localizado no coração (miocárdio)
*Células alongadas e ramificadas que se unem as células vizinhas formando uma rede
*Mononucleares ou Binucleares
*Contração rigorosa e ritmica
*Estriações transversais

Tecido da musculatura cardíaca: 
*Contração involuntária
*Formadas por células binucleadas no coração unidas por discos intercalados que aumentam a adesão entre ás células.
*Importante para circulação do sangue no corpo

CARACTERÍSTICAS DO TECIDO MUSCULAR

*Formado por células de origem mesoderma
*Mecanismo de locomoção
*Movimentos de substancias internas do corpo, decorrente à capacidade contrátil das fibras musculares em respostas ao estimulo nervoso, aonde a energia é fornecida pela degradação de moléculas de ATP (Trifosfato de Adenosina)
*Células caracterizadas pelo seu formato alongado
*Contração muscular segue 2 fatores:
->Intensidade do estímulo
->Quantidade de fibras estimuladas

FUNÇÃO DOS MÚSCULOS
*Movimento do corpo (Músculos esqueléticos + Osso + Articulações )
*Movimento de substancias dentro do organismo (Músculo cardíaco faz acontecer o movimento do sangue no corpo)
*Estabilidade das posições do corpo (Contração muscular mantém o corpo em posições estáveis, ficar em pé ou sentado.
Contração do músculo liso pode impedir o refluxo do conteúdo de um órgão como por exemplo a bexiga
*Produção de calor (Liberação do calor nos exercícios que é usado para manter temperatura corporal)

PROPRIEDADES DO MÚSCULO

1 - Contratilidade:
*Capacidade do músculo de se contrair
*Contração nos músculos gera movimentação nas estruturas ligados a ele ou a um aumento de pressão dentro de órgãos e de vasos

2 - Elasticidade:
*Capacidade dos músculos de retornarem a sua forma original depois de serem esticados

3 - Extensibilidade:
*Capacidade dos músculos de se esticarem (Alongamento)

4 - Excitabilidade :
*Capacidade dos músculos de responder a estimulo interno e externo


FILAMENTOS CONTRÁTEIS 

1 - Características Gerais:
São as proteínas responsáveis pela contração muscular. As mais abundantes são:
*Actina = Contração (Fino)
*Miosina = Relaxamento (Grosso)

2 - Actina 
A molécula de actina aparecem de duas maneiras, conforme a ionização do meio.
MEIOS DE MAIOR FORÇA = Tem se a actina G, de catater globular
MEIOS DE MENOR FORÇA = Tem se a actina F, de caráter fibroso
Obs: Quando a força iônica aumenta a actina G sofre polimerização formando a Actina F

3 - Miosina 
Já a miosina compõe os filamentos grossos e é classificada como uma enzima mecanoquímica ou proteína motora, isso porque é capaz de converter a energia química em energia mecânica, útil para o mecanismo de contração muscular.

4 - Interação Actina-Miosina
*CONTRAÇÃO = Cálcio junta-se as proteínas C (TROPONINA) promovendo o contado da miosina com a actina.
*RELAXAMENTO = Troponina mantém a tropomiosina em posição, bloqueando os sítios fixadores de miosina na actina.

CONTRAÇÃO MUSCULAR
Nomes especiais:
Membrana Sarcoplasmática = Nome especial dado a membrana plasmática das células musculares
Reticulo Sarcoplasmático = Nome especial dado ao retículo endoplasmatico das células musculares

Como ocorre a contração muscular 
1° Impulso nervoso, é propagado por um neurônio chegando então até a célula muscular, (o espaço entre o neurônio e a célula muscular se chama-se sinapse neuromuscular) e nesse espaço o neurônio envia o comando que o músculo deve contrair liberando neurotransmissores que nesse caso é a acetilcolina

2° A acetilcolina ao se ligar aos receptores da membrana sarcoplasmáticas dessa célula muscular vai estimular uma despolarização nessa membrana através do influxo de sódio, e esse influxo de sódio que leva essa despolarização, vai ser propagada até as regiões chamadas de Túbulos T.

3° Nos Túbulos T essa despolarização, estimula a saída de cálcio armazenado no reticulo sarcoplasmático das células musculares.

4° O cálcio que estava armazenado, ao sair do músculo, ele vai permitir o encurtamento do sarcômero deixando exposto o sítio de ligação da miosina na actina, por isso que na presença de cálcio é possível ligar essas fibras para que haja contratação muscular. Isso ocorre porque os músculos são compostos por proteínas contráteis (sendo as principais proteínas contráteis a actina e miosina) e elas estão arranjados em unidades chamadas de sarcômeros, com isso os sarcômeros vão possuir actina em sua periferia e miosina no meio. Na hora que o cálcio sai do reticulo sarcoplasmático para o meio citoplasmático é possível então ligar as fibras de actina na miosina, e a ligação dessas fibras permite o encurtamento dessa unidade chamada de sarcômero e com esse encurtamento leva a célula a se contrair e consequentemente leva a contração muscular.

OBS: Tanto para contrair quando para relaxar os músculos é gasto energia na forma de ATP


Etapas fisiológicas da contração muscular 

1° Transmissão neuromuscular
*Liberação de acetilcolina
*Potencial de placa motora

2° Excitação do músculo 
*Potencial de ação muscular
*despolarização do sarcôlema

3° Mecanismos iônicos 
*Abertura dos canais de Ca, tipo L
*Abertura dos receptores rianodina
*Entrada de Ca no citosol

4° Mecanismos moleculares contateis 
*Formação de pontes transversais
*Deslizamento dos filamentos
*Aproximação das linhas Z

5° Relaxamento 
*Repolarização do sarcolema
*Bombeamento do Ca ao retículo
*Deslizamento reverso dos filamentos
*Afastamento das linhas Z

RECRUTAMENTO DE UNIDADES MOTORAS
*Se um motoneurônio é recrutado, ele ativará todas as suas fibras
*Quanto maior o calibre do neurônio, maior seu limiar para a ativação
*Portando, os neurônios menos calibrosos são recrutados primeiro. Neurônio calibrando requer um grande estimulo para ser calibrado

GRAU DE FORÇA 
*Recrutamento
->Unidade motora composta pelo motoneurônio e por todas as fibras inervadas
->Tamanho da unidade motora varia entre os músculos em relação a função muscular

*Frequência de estímulos
->Somação temporal
->Talâmico

ANATOMIA FISIOLÓGICA DO MUSCULO ESQUELÉTICO


a) Sarcolema
Nome que se dá a membrana plasmática das células do tecido muscular estriado>

b) Mio Fibrilas 
*São os filamentos de actina e miosina, cada célula muscular contem centenas a milhares de mio fibrilas e cada mio fibrila é composta por cerca de 1500 filamentos de miosina e 3000 de actina

c) Disco Z
*Cruza transversalmente toda mio fibrila e também de mio fibrila para mio fibrila, conectando as mio fibrilas umas com as outras, por toda fibra muscular

d) Sarcômero 
*Seguimento de mio filamento

e) Sarcoplasma 
*Líquido intracelular entre as miofibrilas.
*É composta por fosfato, magnésio e enzimas proteicas
*Grande numero de mitocôndrias, que fornecem energia para as mio fibrilas

f) Reticulo Sarcoplasmático
*Circunda a mio fibrila
*Tem uma organização especial que é extremamente importante para o controle da contração muscular

TIPOS DE CONTRAÇÃO MUSCULAR 
a) Contração Isométrica = Músculo não encurta durante a contração (Sem movimento)
b) Contração Isotônica = Músculo encurta durante a contração (Extensão e Flexão)
c) Contração Isocinética = Resistência ao movimento (Natação, Bicicleta )

TIPOS DE FIBRAS 
A fibras são as células que compõe o músculo. Os topos de fibras são:
a) Fibra Tipo I (Lenta ou vermelha)
b) Fibra Tipo II (Rápida e branca)
c) Fibra Tipo IIa (Rápidas oxidativas-glicolíticas)
d) Fibra Tipo IIb (Rapidas glicolíticas)

a) Fibra Tipo I (Lenta ou vermelha)
*Vermelhas devido a grande vascularização e alto teor de mioglobina
*Ricas em alta capacidade de oxidar aerobicamente carboidratos e ácidos graxos para gerar ATP, permitindo exercícios duradouros
*São ricas também em enzimas oxidativas
*A Velocidade de produção de ATP por processo anaeróbico é bem menor do que nas vias anaeróbicas e a reserva de substratos para oxidação aeróbica é maior.
*São encontradas em grande número, em músculos importantes para atividades duradouras, como a manutenção da postura como por exemplo músculo do dorso que sustenta a coluna

b) Fibra Tipo II (Rápida e branca)
*Maior diâmetro, predomínio de metabolismo energético
*Possuem grande quantidade de enzimas ligadas a este tipo de metabolismo como a CPK (creatinofosfoquinase), necessária para a regeneração rápida de ATP a partir da fosfocreatina
*Apresentam maior contração e condução na membrana e uma lesão máxima
*Essas fibras tem elevados níveis de atividade da ATPase miofibrilar, o que revela grande velocidade na elaboração das interações entre actina e miosina

c) Fibra Tipo IIa (Rápidas oxidativas-glicolíticas)
*Predomínio do metabolismo anaeróbico, mas com capacidade oxidativa superior, tornando-as mais resistentes a fadiga
*Apresentam perfil contrátil metabólico e morfológico intermediário entre os tipos de firbas
*Velocidade de contração mais ou menos rápida, ambas as capacidades metabólicas, aeróbicas e glicolíticas, e quantidade mediana de mitocôndrias.
*Expressam a isoforma MHC - IIa, de atividade intermediária

d) Fibra Tipo IIb (Rapidas glicolíticas)
*São mais claras por serem destituídas de mioglobina e conterem pouca mitocôndria
*São fibras de contração rápida, nas quais obtêm energia quase exclusivamente por glicólise anaeróbica, usando apenas glicose e glicogênio, o que origina uma grande acumulação de ácido láctico no final do exercício.
*O componente aeróbico é reduzido
*Apresenta isoforma MHC-IIx, que tem menor capacidade de hidrolisar ATP

ADAPTAÇÃO MUSCULAR
*HIPERTROFIA E ALONGAMENTO = Aumento no tamanho, número de filamentos e sarcômeros
*HIPERPLASIA = Aumento no numero de células no tecido. EX: Mama e útero na gravidez

ADAPTAÇÃO METABÓLICA 
*Aumento de substrato energético
->Creatina Fostato
->Glicogênio muscular

*Aumento no numero de enzimas anaeróbias
->Creatina Kinase (Anaeróbio alático)
->Enzima de glicólise

LESÕES MUSCULARES

1 - COMUM:
*Erro de treinamento
*Má preparação física
*Aquecimento incorreto
*Sobrecarga muscular
*Excesso de uso (over trainer)
*Trauma direto

2 - TIPOS DE LESÕES:
a) Grupo I 
As fibras sofrem um processo de esgarçamento (super esticou) . Essa alteração costuma ser benigna e de recuperação rápida

b) Grupo II
Distensão muscular, nesse caso, já existe um quadro doloroso importante secundário á ruptura de um acerto numero de fibras musculares com formação de edema localizado, diminuição de capacidade de contração do músculo atingido.

c) Grupo III
É o mais grave dos acidentes musculares porque trate-se de uma ruptura importante do grupo muscular, existindo nesse caso incapacidade funcional. Geralmente o tratamento é cirúrgico com reabilitação posterior prolongada, chegando esta a alguns meses

3 - CARACTERISTICAS GERAIS:
Qualquer lesão tem como tratamento inicial a proteção do grupo muscular atingido fazendo gelo nas primeiras 24 horas à 72 horas e elevação do membro atingido. A finalidade desse tratamento consiste em reduzir o sangramento dentro do músculo atingido e diminuir a possibilidade de novas lesões em um tecido já previamente lesado.

4 - CAIMBRAS:Uma contração muscular prolongada e involuntária que ocorre da seguinte maneira:
1° Cérebro envia impulsos elétricos para um músculo se contrair
2° Quando o músculo está relaxando há uma diferença de potencial de eletricidade entre o exterior e o interior das fibras musculares. Essa diferença se deve a presença de sódio no lado de fora e potássio na superfície.
3° Com a chegada do impulso elétrico, porem, tudo muda = abre-se uma série de receptores na membrana que reveste as fibras musculares.
4° Os receptores são como portões, pelos quais o sódio consegue entrar. Essa substancia ocupa o espaço do potássio, que acaba saindo

CONTROLE MOTOR 
*Atividade reflexa (Receptores proprioceptivos musculares)
*Órgãos sensoriais musculares:
-> FUSO MUSCULAR = Variação de comprimento das fibras e sua velocidade de mudança (Ia)
->ORGÂO TENDINOSO DE GOLE = Variação da tensão, mecânica sobre tensão (Ib)
->FIBRAS MUSCULARES EXTRA-FUSAIS
->FIBRAS MUSCULARES INTRAFUSAIS
->MOTONEURONIOS

CONTROLE NEURAL
*Sistema nervoso aumenta a força muscular com recrutamento de mais unidade motoras e aumento da taxa de disparo das unidades motoras

http://morfoce2013.blogspot.com.br/p/sistema-muscular.html

http://pt.slideshare.net/domfisiologia/prescrio-em-treinamento-de-fora

http://www.educacaofisicanaveia.com.br/cadeia-cinetica/

http://www.danitamegablog.com/2013_09_01_archive.html

http://desnivel.pt/treino/anatomia-e-fisiologia/sistema-muscular/

Nenhum comentário:

CAUCULE SEU IMC-Clique na imagem!

CAUCULE SEU IMC-Clique na imagem!
Índice De Massa Corpórea

Projeto social comunitário, com foco no esporte social!...-CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA ESSE PROJETO!

Projeto social comunitário, com foco no esporte social!...-CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA ESSE PROJETO!
FUTEBOL E CIDADANIIA...AJUDEM!

SALVE O PLANETA

SALVE O PLANETA
Preserve o meio-ambiente!...Clique na Imagem!